-

Edigar Caires
Contato
Colabore
Termos de uso
Operação Elias - Desmascarando Jezabel.
Crente Jezabel.
Ministério Jezabel.
Família Jezabel.
Carta aos brasileiros
Quando Jesus foi morto?
Salmo 119. Uma declaração de amor a lei de Deus.
O poder destruidor da língua.
A jumenta de Balaão seria arrebatada?
O cristão e a tv.
Continua o assassinato de crianças.
Ateísmo para ateu crer.
Catolicismo e paganismo. Uma mistura mortal.
Politica, mídia, futebol, prostituição e entorpecentes.
Quando Jesus foi morto?
  

   
   E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
Apocalipse 13:8
 
   Porque nós, os que temos crido, é que entramos no descanso, tal como disse: Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso; embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo.
 Hebreus 4:3
 
   O qual, na verdade, foi conhecido ainda antes da fundação do mundo, mas manifesto no fim dos tempos por amor de vós.
1ª Pedro 1:20
 
    Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.
 Efésios 1:4
 
   Oxalá que as minhas palavras fossem escritas! Oxalá que fossem gravadas num livro! Que, com pena de ferro, e com chumbo, fossem para sempre esculpidas na rocha! Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
Jó 19 : 23 a 25
 
   Antes da fundação do mundo, esta expressão parece estranha e me chamou a atenção quando eu a li pela primeira vez há uns quinze anos atrás, naquela época eu não entendia o porquê dela se referir a um fato que ‘ realmente ‘ aconteceu a uns dois mil anos atrás; mas a pouco mais de um ano comecei uma pesquisa na Biblia e pedi discernimento a Deus sobre este assunto e Ele pela sua infinita graça e misericórdia me revelou algumas coisas e me deu certo entendimento sobre este texto que agora venho dividir com as pessoas.
 
   Quando eu tinha uma imagem diferente da morte de Jesus eu o admirava por sua coragem, bondade e era agradecido a ele, mas depois do que eu aprendi e entendi elaborando este artigo eu passei a amá-lo de uma forma inexplicável. Gostaria que todas as pessoas compartilhassem comigo deste mesmo sentimento.
 
   Existem vários aspectos que poderiam ser abordados neste artigo como, a soberania e a presciência de Deus, a predestinação entre outras; mas meu objetivo é falar sobre a ‘ espera ‘ de Jesus durante ‘ todo ‘ este tempo para ser crucificado. Com base em textos sacros veremos que criou um clima de espera que iniciou antes da fundação do mundo sobre a morte de Jesus Cristo e que só foi finalizado há apenas dois milênios; vamos imaginar como foi isto na cabeça do mestre, sua ansiedade, angustia, dores e sofrimentos, após a leitura nossa fé vai se tornar mais sólida com o que iremos descobrir sobre o sacrifício de amor feito pelo Salvador.
 
   Uma leitura prévia do salmo 22 dos versos 1 a 18 nos dará uma idéia do que passava na cabeça de Davi quando ele inspirado pelo Espírito Santo retratou o que estava na mente do mestre Jesus, grifei em vermelho as circunstâncias que somente aconteceram com Jesus. Estas palavras foram escritas muitos anos antes da crucificação, mas se percebe claramente nelas a angustia que iniciou com o projeto da humanidade e se finalizou na cruz.
 
   O salmo 22 é uma ‘ imagem ’ real da crucificação, a retrata não como uma profecia, pois as profecias sempre são ditas com os verbos no futuro, virá, será, estará, serei aqui não as formas verbais estão escritas no presente, Jesus aqui se expressa através da boca de Davi algo que ele realmente sentia no seu Espírito naquele momento, ele não diz que Deus ia desampará-lo, mas perguntou porque o desamparou, não diz eu serei, mas eu sou, não diz eles vão zombar, mas eles zombam, não diz meu coração vai se derreter mas sim, Ele se derreteu, não diz que iam transpassar–lhes as mão e os pés, mas ele diz, transpassaram as minha mãos e pés, ele sentia naquele momento em sua ‘ alma ’ o que iria acontecer no futuro, penso eu que Jesus sentiu aquela aflição do momento que ele decidiu morrer por nós ate segundos antes da sua morte, tanto é que ele exclamou na cruz ‘ está consumado ’ , não consumado sua morte mas sim o plano da redenção humana. Que foi escrito antes da fundação do mundo.
 
   Vamos a uma leitura do salmo 22 e veja que parece mais um PESADELO do que uma profecia:
 
   Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? por que estás afastado de me auxiliar, e das palavras do meu bramido? Deus meu, eu clamo de dia, porém tu não me ouves; também de noite, mas não acho sossego. Contudo tu és santo, entronizado sobre os louvores de Israel. Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste. A ti clamaram, e foram salvos; em ti confiaram, e não foram confundidos. Mas eu sou verme, e não homem; opróbrio dos homens e desprezado do povo. Todos os que me vêem zombam de mim, arreganham os beiços e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor; que ele o livre; que ele o salve, pois que nele tem prazer.Mas tu és o que me tiraste da madre; o que me preservaste, estando eu ainda aos seios de minha mãe. Nos teus braços fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe. Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem acuda.Muitos touros me cercam; fortes touros de Basã me rodeiam.  Abrem contra mim sua boca, como um leão que despedaça e que ruge. Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas. A minha força secou-se como um caco e a língua se me pega ao paladar; tu me puseste no pó da morte. Pois cães me rodeiam; um ajuntamento de malfeitores me cerca; transpassaram-me as mãos e os pés. Posso contar todos os meus ossos. Eles me olham e ficam a mirar-me. Repartem entre si as minhas vestes, e sobre a minha túnica lançam sortes.
Salmo 22: 1 a 18
 
   Imagine como exemplo um condenado a pena de morte ter a data de sua execução já marcada para daqui a vinte anos, sabendo que tipo de morte ele iria ter e saber que não existiria apelação para sua pena... Ele ficaria contando os segundos de cada minuto, os minutos de cada hora, as horas de cada dia, os dias de cada semana, as semanas do mês, os meses do ano durante todos os anos ate chegar o momento; e ainda ter de ficar lembrando as dores e angustias que aquele tipo de morte iria lhe causar. Consegue imaginar isso? A ansiedade, a angustia, o desespero; mas com uma diferença crucial, no caso do condenado citado aqui como exemplo a pena seria justa. Mas em se tratando de Jesus Cristo ele era inocente, assumiu a pena pelos seres humanos rebeldes, Ele esperou tanto pra pagar uma pena que na verdade era minha e sua que está lendo estas palavras.
 
   Tomei também como base para este artigo o pedido do salmista no salmo 119:122, onde ele pede ao próprio Deus: Fica por fiador do teu servo. Por amor ao homem Jesus aceitou este pedido antes mesmo dele ser feito. Na lei de Deus o fiador tinha de pagar a pena se o devedor original não honrasse o compromisso, no caso do ser humano a pena para o pecado é a morte; Jesus Cristo sendo fiador nosso pagou o preço na cruz.
 
   No projeto da criação da humanidade havia o risco do homem se corromper e cair trazendo sobre si mesmo a morte, Jesus se ofereceu para pagar este preço mesmo antes do mundo ser criado e garantiu a Deus Pai o preço da fiança pela rebeldia do pecado e a conseqüente morte, Apocalipse 13:8 nos apresenta Jesus como o cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo, João batista no evangelho de João 1:29 nos apresenta Jesus Cristo como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, no livro de Isaias 53:7 o profeta descreve Jesus como um cordeiro que é levado ao matadouro.
 
   Em Gênesis 3:21 é relatada a primeira morte, a de um animal, provavelmente um cordeiro que foi morto para ter a pele usada como vestes para Adão e Eva. A partir daquele momento Jesus pode ver ‘ concretizado ‘ a morte que era a pena pelo pecado, o período entre o primeiro sangue derramado daquele cordeiro ate a crucificação foi de aproximadamente quatro mil anos contados a partir do método humano de contagem de tempo, tente ao menos de longe o que passaria na mente de um condenado que ficaria no ‘ corredor da morte ‘ durante quatro milênios.
 
   Nos tempos do antigo testamento os animais eram constantemente mortos como propiciação pelos pecados, aqueles animais era um ‘ tipo ‘ do cordeiro de Deus que tiraria em definitivo o pecado do mundo. Por isso a cada morte de um animal feita por um sacerdote a cena da cruz vinha na memória de Jesus, pois ele sabia que iria ter de se sacrificar pelos pecados dos homens.
 
   Tomando como base estes fatos e um sentimento de gratidão que o Espírito Santo tem posto em meu coração eu afirmo o seguinte: Se Jesus não tivesse aceitado o papel de Fiador pela humanidade no plano da salvação, os seres humanos nem teria sido criados.
 
   Outra pessoa que não fosse Jesus teria uma ‘ vantagem ‘ neste caso, ela sofreria, mas não teria a certeza absoluta dos acontecimentos futuros. Com Jesus não foi da mesma forma, ele por ser onisciente sabia de todos os mínimos detalhes da sua morte; destaquei alguns acontecimentos que viam constantemente a memória de Jesus ‘ desde a fundação do mundo ‘ ate a hora final da crucificação, pois Jesus não foi pego de surpresa dias antes de sua morte. A angustia foi tanta que o evangelista Lucas em 22:44 diz que o suor de Jesus se tornou em grandes gotas de sangue que caiam no chão.
  
 - Ele via o semblante de Judas quando o traía.
 - Sabia o valor que seria pago por ele, míseras trinta moedas.
 - Sabia que logo após aquele valor seria usado para pagar um terreno pra se fazer um cemitério.
 - Ouvia os passos dos guardas quando o procurava para prender no jardim.
 - Via seus amigos o abandonando.
 - Ouvia Pedro lhe negando.
 - Sabia que iria ser trocado por um malfeitor para ser crucificado.
 - Sentia cada soco e cada bofetada que era dada em seu rosto.
 - Sabia quantas gotas de sangue derramaria deste o primeiro ferimento ate sua morte.
 - Podia contar às chicotadas que seria deferida contra suas costas nuas.
 - Imaginava sua aparência desfigurada.
 - Sentia cada gota da saliva que ia ser cuspida em sua face.
 - Sentia cada fio de barba sendo arrancado
 - Podia contar quantos espinhos tinha aquela coroa e sentir constantemente cada um deles sendo cravados em sua cabeça.
 - Via quantas vezes sua cabeça seria golpeada por aquela cana.
 - Tinha contado os passos que daria com a cruz em suas costas.
 - Sabia que peso tinha aquela cruz.
 - Sabia quantas vezes iria cair no caminho do gólgota com a cruz em seus ombros.
 - Ouvia cada palavra de insulto que lhe seria proferida.
 - Via o semblante de cada pessoa que passava por ele.
 - Também sabia que não poderia sequer abrir a boca pra se defender.
 - Sabia a espessura dos pregos e quantos músculos iriam ser rompidos com eles.
 - Tinha certeza de quantas vezes aquele martelo seria batidos naqueles pregos, podia ate ouvir as batidas.
 - Sentia o ardor de seu suor nas feridas e chagas espalhadas pelo seu corpo.
 - Sentia que iria ser contados em meio aos bandidos na cruz.
 - Sentia o gosto do fel e do vinagre em seu paladar.
 - Sentia o seu corpo despido e ferido na cruz.
 - Via suas vestes sendo sorteadas pelos soldados.
 - Suportava a vergonha de ser visto naquelas condições por sua mãe e os demais.
 - Sabia que teria seu peito perfurado pela lança mesmo após sua morte.
 - Sabia que estaria sendo sacrificado em lugar de outros e mesmo assim sabia que parte destas pessoas pelas quais ele estava morrendo não aceitaria seu sacrifício e sentiriam vergonha de confessá-lo. Inclusive muitos dos que fossem ler estas palavras expostas desta forma, cuidado para que não sejamos nós uma destas pessoas.
 - E o mais terrível. Sabia que DEUS o abandonaria naquela hora.
 
   Certamente apenas uma pequena parte dos sofrimentos de Jesus está descrito nos evangelhos, não vamos especular nada além do que está escrito; mesmo porque os sofrimentos descritos nos textos abaixo são no mínimo terríveis. Analise este quadro e veja a exatidão do cumprimento das profecias em relação aos sofrimentos e morte de Jesus Cristo:
 
Quadro profético da morte de Jesus e seu cumprimento
Fatos
Profecias
Cumprimento
Ser traído por um amigo.
Até o meu próprio amigo íntimo em quem eu tanto confiava, e que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.
Salmo 41:9
Em verdade, em verdade vos digo que um de vós me há de trair.
João 13: 21 a 27
 
Seria vendido por trinta moedas de prata e estas moedas seriam usadas para comprar um campo de oleiro.
E eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o que me é devido; e, se não, deixai-o. Pesaram, pois, por meu salário, trinta moedas de prata. Ora o Senhor disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro na casa do Senhor.
Zacarias 11: 12 e 13
E disse: Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata.
Mateus 26:15
E, tendo deliberado em conselho, compraram com elas o campo do oleiro, para servir de cemitério para os estrangeiros.
Mateus 27: 7
A intensidade de seus sofrimentos.
Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas. A minha força secou-se como um caco e a língua se me pega ao paladar; tu me puseste no pó da morte.
Salmo 22: 14 e 15
 
Dizendo: Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. Então lhe apareceu um anjo do céu, que o confortava. E, posto em agonia, orava mais intensamente; e o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que caíam sobre o chão.
Lucas 22: 42 a 44
Seu sofrimento em lugar de outros
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53: 4 e 5
Assim como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.
Mateus 20:28
Sua paciência e silêncio diante dos sofrimentos
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.
Isaias 53:7
Mas ao ser acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. Perguntou-lhe então Pilatos: Não ouves quantas coisas testificam contra ti? E Jesus não lhe respondeu a uma pergunta sequer; de modo que o governador muito se admirava.
Mateus 27: 12 a 14
Foi esbofeteado
Agora, ajunta-te em tropas, ó filha de tropas; por-se-á cerco contra nós; ferirão com a vara no queixo ao juiz de Israel.
Miquéias 5:1
E, cuspindo nele, tiraram-lhe a cana, e davam-lhe com ela na cabeça.
Mateus 27:30
 
Sua aparência maltratada
Como pasmaram muitos à vista dele (pois o seu aspecto estava tão desfigurado que não era o de um homem, e a sua figura não era a dos filhos dos homens),
Isaías 52: 14
Saiu, pois, Jesus, trazendo a coroa de espinhos e o manto de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis o homem!
João 19: 5
 
Ser cuspido e flagelado
Ofereci as minhas costas aos que me feriam, e as minhas faces aos que me arrancavam a barba; não escondi o meu rosto dos que me afrontavam e me cuspiam.
Isaias 50: 6
Que vos parece? Responderam eles: É réu de morte. Então uns lhe cuspiram no rosto e lhe deram socos; e outros o esbofetearam, dizendo: Profetiza-nos, ó Cristo, quem foi que te bateu?
Mateus 26: 66 a 68
Ter os pés e a mãos transpassadas
Pois cães me rodeiam; um ajuntamento de malfeitores me cerca; transpassaram-me as mãos e os pés.
Salmo 22:16
Onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.
João 19:18
Ter sido esquecido por DEUS
Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? por que estás afastado de me auxiliar, e das palavras do meu bramido?
Salmo 22:1
Cerca da hora nona, bradou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactani; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?
Mateus 27:46
Ter sido zombado
Todos os que me vêem zombam de mim, arreganham os beiços e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor; que ele o livre; que ele o salve, pois que nele tem prazer.
Salmo 22: 7 e 8
 
E os que iam passando blasfemavam dele.......... De igual modo também os principais sacerdotes, com os escribas e anciãos, escarnecendo, diziam: A outros salvou.....O mesmo lhe lançaram em rosto também os salteadores que com ele foram crucificados.
Mateus 27: 39 a 44
Mel e vinagre lhe seriam dados
Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre.
Salmo 69:21
Deram-lhe a beber vinho misturado com fel; mas ele, provando-o, não quis beber.
Mateus 27:34
Suas vestes seriam repartidas
Repartem entre si as minhas vestes, e sobre a minha túnica lançam sortes.
Salmo 22:18
 
Então, depois de o crucificarem, repartiram as vestes dele, lançando sortes,
Mateus 27:35
Seria contado com os transgressores e intercederia por eles
...e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.
Isaias 53: 12
Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, a ele e também aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda. Jesus, porém, dizia: Pai perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem.
Lucas 23: 33 e 34
Sua morte
..porquanto derramou a sua alma até a morte,
Isaías 53:12
De novo bradou Jesus com grande voz, e entregou o espírito.
Mateus 27:50
Nenhuns dos seus ossos seriam quebrados e teria seu corpo transpassado
Ele lhe preserva todos os ossos; nem sequer um deles se quebra.
Salmos 34:20
Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o espírito de graça e de súplicas; e olharão para aquele a quem traspassaram, e o prantearão como quem pranteia por seu filho único; e chorarão amargamente por ele, como se chora pelo primogênito.
Zacarias 12:10
Foram então os soldados e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro e ao outro que com ele fora crucificado; mas vindo a Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
João 19: 31 a 37
 
    Você poderá ler o relato da crucificação de Jesus Cristo feito nos quatro evangelhos e constate os detalhes dolorosos descritos nestes textos.

   O apóstolo Paulo teve uma visão tão grande do que realmente foi a crucificação de Jesus Cristo que chegou a conclusão que o foco de suas pregações e o assunto central de seu ministério em Corinto seria o sacrifício de Jesus; Paulo chegou a expressar o seguinte: Que nada ele propunha saber a não ser Jesus, e este crucificado.
   E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.
1ª coríntios 2: 1 e 2

     Vamos analisar a palavra fiador, ela aparece doze vezes na biblia, mas apenas uma no novo testamento em Hebreus 7:22 exatamente falando da pessoa de Jesus e seu papel como salvador da humanidade, leia todo o capitulo 7 do livro de Hebreus e ficará mais claro esta afirmação, no verso 27 está escrito que Jesus ofereceu a si mesmo. Percebe-se que nenhum escritor do novo testamente pede a Deus por um fiador, pois todos sabiam que a pena pelo pecado já havia sido paga na cruz; cabendo apenas aceitar o sacrifício feito e o preço pago por Jesus Cristo.
 
   Nos capítulos 43 e 44 do livro de Gênesis aparece pela primeira vez a palavra fiador, nos textos 43:9 e 44:32. Relata a história de José e seus irmãos, a pessoa que fica por fiador neste caso se coloca como garantia por outra e propõe ser réu de morte e pagar com a própria vida se não fosse cumprida a parte do devedor, ver se aqui um TIPO do que foi a fiança paga por Jesus.
 
   Provérbios 17:18 e 20:16 diz claramente que a pena por se ficar de fiador de um estrangeiro seria ter as vestes arrancadas, no texto de Mateus 27:35 ver-se Jesus pagando esta fiança ate nos mínimos detalhes, já o texto 11:15 no mesmo livro de provérbios está escrito que quem ficasse por fiador com certeza sofreria prejuízo, Jesus neste caso teve como prejuízo a própria vida.
 
   A idéia de um fiador esteve na mente de muitos homens de Deus que viveram antes da cruz, vejamos alguns textos e vamos aos comentários:
 
   Fica por fiador do teu servo para o bem; não me oprimem os soberbos.
Salmo 119:122
 
   Como a andorinha, ou o grou, assim eu chilreava; e gemia como a pomba; os meus olhos se cansavam de olhar para cima; ó Senhor, ando oprimido! fica por meu fiador.
Isaias 38:14
 
   Temos nestes casos dois profetas do antigo testamento pedindo ao próprio Deus para ficar de fiador por eles. Dada as circunstâncias que estes textos foram escritos em vejo o seguinte; nem o salmista Davi e nem o profeta estavam tratando de assuntos financeiros ou outro que não fosse a salvação da própria alma, estes homens inspirados pelo Espírito santo estavam simplesmente clamando por um REDENTOR, palavra que vamos analisar a frente do artigo.
 
   Uma leitura de três trechos do livro do patriarca Jó nos apresenta por duas vezes a palavra FIADOR e uma a palavra REDENTOR. Veremos o significado disto a seguir:
 
   Dá-me, peço-te, um penhor, e sê o meu fiador para contigo; quem mais há que me dê a mão?
Jó 17: 3
 
   Eis que agora mesmo a minha testemunha está no céu, e o meu fiador nas alturas.
Jó 16: 19
 
   Oxalá que as minhas palavras fossem escritas! Oxalá que fossem gravadas num livro! Que, com pena de ferro, e com chumbo, fossem para sempre esculpidas na rocha! Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
Jó 19 : 23 a 25
 
   No cap. 17:3 Jó pede um penhor, ou seja uma garantia, e em seguida um fiador ou seja, alguém que pague por ele; já no cap. 16:19 ele já não pede um fiador, ele afirma que já tem, veja que ele exclama: A minha testemunha está no céu e o meu fiador nas alturas, a expressão MEU FIADOR dá a ele um alivio e uma certeza da salvação de sua alma.
 
   Jó no cap. 17:3 pede pra Deus ser fiador dele ( Jô ) para com ele ( Deus ). Observe a expressão: meu fiador para contigo; é como se eu chegasse a um dono de um determinado objeto e dissesse, vou te ficar devendo isso e se eu não pagar você mesmo paga por mim, soa estranho, mas é o que está escrito, pois Jó tinha consciência de seu estado como pecador sabia qual a pena pelo pecado sabia que só tinha uma pessoa que poderia cobrar dele e sabia também que só mesmo o dono da divida tinha capacidade para pagar, ou seja, o próprio Deus na pessoa de Jesus,.......... veja o texto:
 
   ......No princípio era o verbo, o verbo estava com deus, o verbo era deus.. e o verbo se fez carne e habitou entre nós.
João 1:1
 
   Com a afirmação que ‘ O verbo ( Jesus )  estava com Deus, o verbo ( Jesus ) era Deus e o verbo ( Jesus ) se fez carne ‘ e com base no assunto aqui tratado surge uma pergunta: Para que Jesus veio a mundo? Ele mesmo responde aos discípulos pouco antes de sua crucificação:
 
   Porquanto vos digo que importa que se cumpra em mim isto que está escrito: E com os malfeitores foi contado. Pois o que me diz respeito tem seu cumprimento.
Lucas 22:37
 
   Jesus sabia a todo tempo que o objetivo de sua vinda a terra em forma de homem era para morrer, veja que ele fala que ia cumprir sobre ele o que estava escrito se referindo a ser contado com os malfeitores, apontando assim diretamente para a cruz que foi o meio usado em sua execução. Observe que o apóstolo Paulo faz duas afirmações sobre sua salvação, Cristo  ‘ se fez maldito ‘ e ‘ se entregou ‘ em lugar dele, ou seja, Jesus assumiu a dívida e pagou ele mesmo o preço:
 
   Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro.
Gálatas 3:13
 
   Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
Gálatas 2:20
 
   Observe alguns pontos importantes na leitura do trecho do cap. 19: 23 a 25 do livro de Jó, quando se refere a ter seus pedidos registrados ele pede de duas maneiras:
 
   Primeiro no verso 23 ele pede para que as sua palavras fossem gravadas NUM livro e depois no verso 24 ele pede para que este seu pedido fosse esculpido NA rocha e finalmente no 25 ele exclama, eu sei que MEU REDENTOR VIVE; observe que quando ele pede pra ser num livro ele se refere a um livro qualquer, pois usa um artigo indefinido, ou seja, ele estava literalmente falando de papel como a Biblia que temos hoje. Em seguida ele pede de uma maneira profética dizendo ESCULPIDAS NA ROCHA PARA SEMPRE, observe ai o artigo definido sendo usado neste caso, mas claramente ele fala que o seu redentor vive; só poderia ser um redentor alguém que já tivesse o direito de fazer o resgate com a própria morte. Veja que no livro de Isaias no capitulo 44 nos versos 8 e 24 o próprio DEUS se identifica como a ÚNICA rocha e como REDENTOR e em romanos 9:33 Paulo se refere a Jesus como uma rocha e ainda acrescenta que quem crer nesta rocha ( Jesus ) não será confundido.
 
   Ser esculpida na rocha só tem um significado, pois a biblia só se refere a rocha como pessoa quando fala do próprio DEUS e veja que Jó usa a expressão ‘ com pena de ferro e chumbo ’ fazendo uma alusão profética aos pregos rasgando a carne de Jesus Cristo. ESCULPIR COM PREGOS NA ROCHA. Lembre-se que mesmo após a ressurreição Jesus trazia marcadas ( esculpidas ) pelos pregos ( pena de ferro ) em seus corpo ( rocha ) as marcas de sua morte na cruz, creio que estas marcas ficará no corpo de Jesus por toda a eternidade pois Jó diz ‘ fossem esculpidas para sempre ‘ dando um idéia de eternidade servido de testemunho do Amor d’Ele pelo homem. Veja que Tomé pode constatar com os dedos as marcas no corpo de Jesus e João em apocalipse 5:6 se referido a uma visão de milhares de anos futuros descreve Jesus como um cordeiro como havendo sido morto deixando claro que ainda serão visíveis as marcas dos pregos mesmo na eternidade.
 
   Vamos aos textos:  
 
   Oxalá que as minhas palavras fossem escritas! Oxalá que fossem gravadas num livro! Que, com pena de ferro, e com chumbo, fossem para sempre esculpidas na rocha! Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
Jó 19 : 23 a 25
 
   Não vos assombreis, nem temais; porventura não vo-lo declarei há muito tempo, e não vo-lo anunciei? Vós sois as minhas testemunhas! Acaso há outro Deus além de mim? Não, não há Rocha; não conheço nenhuma. Assim diz o Senhor, teu Redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o Senhor que faço todas as coisas, que sozinho estendi os céus, e espraiei a terra.
Isaias 44: 8 e 24
 
   Como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço; e uma rocha de escândalo; e quem nela crer não será confundido.
Romanos 9:33
 
   Ele, porém, lhes respondeu: Se eu não vir o sinal dos cravos nas mãos, e não meter a mão no seu lado, de maneira nenhuma crerei. Oito dias depois estavam os discípulos outra vez ali reunidos, e Tomé com eles. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, pôs-se no meio deles e disse: Paz seja convosco. Depois disse a Tomé: Chega aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; chega a tua mão, e mete-a no meu lado; e não mais sejas incrédulo, mas crente. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu, e Deus meu!
João 20: 25 a 28
 
   Nisto vi, entre o trono e os quatro seres viventes, no meio dos anciãos, um Cordeiro em pé, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus, enviados por toda a terra.
Apocalipse 5: 6
 
   Veja que em Hebreus está escrito que Jesus ofereceu a si mesmo, que nós só herdaríamos o reino por herança após a morte do dono e que era necessário derramar o sangue porque sem isto não haveria remissão dos pecados. Só que Jesus sempre soube destes três pontos, pois está escrito que n’Ele, Deus-Cristo estão escondidos toda a sabedoria. Logo Ele sabia de tudo que ia acontecer a Ele mesmo antes do inicio da criação do universo como conhecemos hoje, quero ressaltar sobre o fato d’Ele sempre saber que ia morrer por nós; que é o foco deste artigo, vamos aos textos:
 
   Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo? Pois onde há testamento, necessário é que intervenha a morte do testador. E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.
Hebreus 9: 14, 16 e 22
 
   Para que os seus corações sejam animados, estando unidos em amor, e enriquecidos da plenitude do entendimento para o pleno conhecimento do mistério de Deus-Cristo, no qual estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.
Colossenses 2: 2 e 3
 
   Vamos fazer uma análise do capítulo 53 do livro de Isaias, observe que neste capitulo existe fatos proféticos a respeito da pessoa de Jesus Cristo sobre sua morte e a instauração de seu reino, creio que esta profecia foi escrita no mesmo momento e descreve fatos com milênios de diferença, mas quando se refere ao sacrifico de Jesus os verbos estão no tempo passado e quando se refere ao reino estão no futuro, veja também neste texto que a morte de Jesus já era algo ‘ realizado ‘ mesmo antes de seu nascimento. Grifei de vermelho os fatos relativos à sua morte e de azul os de seu reino, leia e veja a diferença:
 
 
Quem deu crédito à nossa pregação? e a quem se manifestou o braço do Senhor? Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca; não tinha formosura nem beleza; e quando olhávamos para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos. Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca. Pela opressão e pelo juízo foi arrebatado; e quem dentre os da sua geração considerou que ele fora cortado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo? E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca. Todavia, foi da vontade do Senhor esmagá-lo, fazendo-o enfermar; quando ele se puser como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias, e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo justo justificará a muitos, e as iniqüidades deles levará sobre si. Pelo que lhe darei o seu quinhão com os grandes, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.
Isaias 53: 1 a 12
 
   Vamos voltar de novo no tempo, agora um pouco depois do brado de Jesus: ‘ está consumado ‘! Vamos ver que os pedidos de Jó, Davi, Isaías os demais santos que morreram antes da crucificação de Jesus foram atendidos logo após a morte de Jesus Cristo. Veremos que o maior milagre que Jesus fez no tocante a ressuscitar mortos não foi durante sua vida, mas na sua morte; O evangelho de Mateus relata que após o brado final de Jesus na cruz houve dois acontecimentos importantíssimos:
 
   Primeiro o véu do templo se rasgou o que deu total liberdade a todos que o recebe como salvador a entrar na presença de Deus, segundo fato é que houve uma ressurreição em ‘ massa ‘ dos santos, está relatado que MUITOS corpos de SANTOS que tinha dormido foram RESSUCITADOS. Ouso dizer que este MUITOS não se trata de pessoas que morreram poucos dias antes e que seus corpos ainda estavam em decomposição, pois não se relata uma mortandade de santos naqueles dias, mas que se trata dos homens que pediram por um fiador e esperavam um redentor na pessoa de Jesus e que viveram desde Adão ate o último que morreu antes da crucificação.
 
   Mateus diz que após a morte de Jesus houve esta ressurreição, Issais diz que Ele tiraria do cárcere os que estavam em trevas, Pedro diz que Jesus pregou aos que morreram nos dias de Noé, Paulo fala que Jesus desceu as partes mais baixas da terra e que levou cativo o cativeiro e ate mesmo Jesus deixa claro que quem tem o Verdadeiro e Único Deus como Senhor permanece vivo, pois Deus não é Deus de mortos, mas de vivos, dando a entender que apenas esperam a redenção da alma imortal e João na visão do apocalipse viu as almas dos santos clamando por justiça as quais recebem de Deus um pedido de tempo para que se completasse o número de salvos, creio que no momento que este numero se completar virá o arrebatamento. Mesmo porque a ressurreição espiritual só poderia se dar após a morte de Jesus a qual foi o preço da fiança paga por Ele para que Ele mesmo tivesse o direito de ser o redentor destas almas.
  
   E eis que o véu do santuário se rasgou em dois, de alto a baixo; a terra tremeu, as pedras se fenderam, os sepulcros se abriram, e muitos corpos de santos que tinham dormido foram ressuscitadose, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.
Mateus 27: 51 a 53
 
   Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos( física ), e do cárcere os que jazem em trevas. ( espiritual ).
Isaias 42:7
 
   Porque também Cristo morreu uma só vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; sendo, na verdade, morto na carne, mas vivificado no espírito; no qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão; os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava, nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram através da água.
1ª Pedro 3: 18 a 20
 
   Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos. Mas a cada um de nós foi dada a graça conforme a medida do dom de Cristo. Por isso foi dito: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. Ora, isto - ele subiu - que é, senão que também desceu às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu muito acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.
Efésios 4: 6 a 10
 
   Mas que os mortos hão de ressurgir, o próprio Moisés o mostrou, na passagem a respeito da sarça, quando chama ao Senhor; Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. Ora, ele não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele todos vivem.
Lucas 20: 37 e 38
 
   Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. E clamaram com grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano, santo e verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se completasse o número de seus conservos, que haviam de ser mortos, como também eles o foram.
Apocalipse 6: 9 a 11
 
   Penso que a única coisa que levou Jesus Cristo a suportar tudo isso que acabei de relatar que começou com a ‘ idéia ‘ de criar o homem ate o último suspiro na cruz foi o amor dele que não pode ser medido, a imagem de cada rosto que iria nascer sobre a terra, inclusive o meu e o seu que está acabando de ler este artigo.
 
   Queria que você agora esquecesse tudo que você sabe sobre religião e refletisse um pouco sobre a crucificação de Jesus vista por veste angulo, gostaria que pedisse a Ele em sincera oração para conversar com você, tentar entender melhor o que realmente aconteceu e você sentirá uma grande diferença em sua vida.
 
   Tire de sua cabeça a idéia de aceitar Jesus, mas ao contrário implore para que Ele te aceite e agradeça a Ele por tamanho sacrifício. Vá com seu coração ate Jesus e peça perdão a Ele. Então você viverá em sua vida estas palavras pronunciadas por ele antes de seu sacrifício na cruz:
 
   Declarou-lhes Jesus. Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim, de modo algum terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede... E o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.... eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou... E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia. Porquanto esta é a vontade de meu Pai: Que todo aquele que vê o Filho e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.
João 6: 35 a 40
 
   O amor de Deus pelo homem é tão grande que o apostolo João não teve palavras para descrevê-lo, ele usou a expressão: De TAL maneira, movido por este amor Deus entregou seu filho e o filho compartilhando deste mesmo amor se entregou por nós para que através de sua morte alcançássemos vida eterna. Mas tenho a obrigação de levá-lo ao conhecimento do restante do texto; veja que ele não pára neste ponto, também afirma que quem não crer, e neste caso inclui aceitar, já está julgado e pelo julgamento de Deus penso que ninguém se salvará. Pense nestas palavras e entregue sua vida a Jesus.
 
   Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
João 3: 16 a 18
 
   Finalizando quero deixar para reflexão final o texto do livro de Hebreus capitulo 10 versículos 26 a 31 onde o escritor nos adverte que se continuar a ignorar o sacrifício de Jesus Cristo após termos conhecimento da verdade e com isso ultrajar o Espírito da graça recusando a oferta de salvação mediante a cruz podemos receber maior castigo que os que nos tempos de Moisés recusava a lei e finalmente iremos cair nas mãos do próprio Deus o que nos nossos dias pode significar passar pelo juízo que breve virá sobre a humanidade, reflita no texto:
 
   Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma expectação terrível de juízo, e um ardor de fogo que há de devorar os adversários. Havendo alguém rejeitado a lei de Moisés, morre sem misericórdia, pela palavra de duas ou três testemunhas; de quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do pacto, com que foi santificado, e ultrajar ao Espírito da graça? Pois conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu retribuirei. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.
Hebreus em 10:26 a 31.
 
   Desejo que a paz e o amor de Jesus Cristo habitem eternamente em nossos corações.
 
   Edigar Caires Lima

 

 

  Você concorda que a existência da humanidade se deve ao sacrificio de Jesus Cristo ?

Não.
Sim.


Comentários:
  
   Nicodemos  (
Blog Atalaia do castelo )
  
Paz seja contigo Muito bom teu texto. Longo, mas mesmo assim de muito boa elaboração. Uma sugestão é divisá-lo em partes, assim a geração cibernética que só lê tirinhas pode ler um texto mais profundo como este em doses terapêuticas. Continue a escrever a Verdade, pois temos de proclamar enquanto ainda é tempo de fazê-lo. Permaneça na Graça e nela frutifique.

   Resposta a Nicodemos:
   Obrigado pela visita e pelo comentário.
  
Realmente e infelizmente tenho de concordar em relação à observação que o irmão fez sobre a preguiça da maioria das pessoas da ‘ geração cibernética ‘ em ler textos maiores quando o assunto é importante, sei que ficou longo realmente, mas foi o máximo que consegui reduzir dada a importância do assunto.
   Caso queira o irmão pode dividir este artigo ou outros deste site e usá-los em seu blog, não só o irmão mas todos que queiram ajudar a divulgar o evangelho da cruz.
  
O áudio desta mensagem ficou longo também, mas já estou disponibilizando pequenos trechos em áudio no youtube, os links das que estão prontos se encontram abaixo.

   A morte de Jesus Cristo
   A existência humana e a cruz de Cristo
   João 3 : 16
   Hebreus 10

   Fique na Paz e que Deus o abençoe.

Comente este artigo você também.
Nome.  *
E-mail ( não será publicado ).  *
Seu site ou Blog ( se tiver ).
Comentário.  *
* Campos obrigatórios
Edigar CairesContatoColaboreTermos de uso